maturidade-da-startup-e inovacao-corporativa

Qual a relação entre maturidade da startup e inovação corporativa

Conhecer as fases de maturidade da startup é muito importante para conectar sua empresa a ela no momento certo. Digo isso porque já vi muitas corporações cometendo o mesmo erro. Logo no início do seu processo de open innovation, elas buscam conexão com alguma startup em fase de aceleração com a esperança de que ela possa resolver seus problemas mais complexos.  

Decidi escrever esse artigo para ajudar empresas que estão nesse processo e querem se conectar a startups da melhor forma. O que escrevo não é uma verdade absoluta, mas é um consenso quando se trata de maturidade das startups.

O que são fases de maturidade da startup

As fases de maturidade de uma startup – como Aceleradora, Anjo, Seed, Series A, Series B e Series C…etc (o máximo que eu já vi foi Series K) – indicam os desafios que ela tem pela frente e o montante de investimento que ela espera receber. 

Cada fase de maturidade tem seus desafios em relação ao estágio de desenvolvimento de produto ou serviço e o product market fit em que a startup está. E o tamanho do investimento que a startup recebe em cada estágio de maturidade está relacionado a esses desafios que ela precisa vencer. 

O investimento necessário para tirar um produto do papel é diferente do investimento para escalar uma solução validada globalmente. É por isso que, quando uma startup anuncia que está buscando um investimento Seed, o investidor já tem uma ideia do tamanho da rodada de investimentos que ela está fazendo e também dos desafios que ela tem no momento.

A tabela abaixo ilustra o desafio da startup cada fase de maturidade e também qual o melhor tipo de investidor para cada etapa.

maturidade-startups

A tabela mostra como é a evolução de uma startup. A partir dela, podemos entender qual seria maturidade ideal de uma startup para empresas que querem se conectar com ela em iniciativas de open innovation.

Destaco que esse tipo de conexão é bastante diferente de uma corporate venture capital. Sobre esse assunto, temos uma série de posts, começando por este Como funciona uma Corporate Venture Capital (CVC) – Parte 1.

Quais são as fases de maturidade da startup

As startups são classificadas em três estágios de maturidade: Early Stage, Middle Stage e Late Stage. 

Early Stage: soluções inovadoras e alto risco

O Early Stage engloba startups nas etapas Accelerator, Angel e Seed. São negócios que ainda não estão prontos para escalar, mas costumam ter as soluções mais inovadoras. 

Este é o momento ideal para as empresas se aproximarem delas para ajudar a desenvolver seus produtos orientados para as necessidades do mercado. Essa aproximação normalmente é feita por meio de universidades, aceleradoras, incubadoras, hackathons e investidores anjo. 

Não é o melhor momento para investir nas startups porque 90% não sobrevivem a este primeiro estágio. 

Middle Stage: risco médio ainda com grande inovação 

No Middle Stage ficam as startups Série A e Série B. Neste estágio, se ainda não alcançaram, as empresas devem estar bem próximas do produto adequado para o mercado e entendem melhor seus modelos de negócios. Ou seja, sabem quem são seus clientes, quais produtos eles gostariam de comprar em que canal e como devem ser impactados. Elas também já tem também boa noção sobre o funil de vendas e podem fazer uma boa estimativa de quanto dinheiro conseguiriam fazer ao receber um valor X de investimento. 

Neste estágio, os investidores são anjos fortes e capitalistas de risco. Este já é um bom momento para se tornar cliente, parceiro ou investidor da startup. O risco do investimento é médio, mas a inovação ainda é grande. É aqui que a maioria do Corporate Venture Capital estrutura seus negócios, com a intenção de equilibrar o retorno financeiro dos investimentos em startups com o retorno estratégico para seus negócios.

Late Stage: risco baixo e tíquetes muito elevados

No estágio Late Stage ficam as startups das Séries C, D etc. Este estágio representa ao mesmo tempo uma grande oportunidade e uma grande ameaça a empresas estabelecidas. Isso porque as startups já têm domínio sobre seus produtos, seu mercado e seu modelo de negócios. Elas estão prontas para o mercado internacional e podem dar os primeiros passos nessa direção, se ainda não se tornaram globais. 

Empresas já estabelecidas podem se tornar seus grandes parceiros ou clientes. Normalmente, as startups não recebem investimentos de empresas nesse estágio. Agora, o tíquete de investimento está muito alto e os bancos e private equity são os que participam das rodadas de investimento antes do IPO. 

Se uma empresa quiser ter a tecnologia ou o modelo de negócios das startups, neste estágio ela deve fazer isso por meio de fusões e aquisições.

Maturidade da startup e nível de investimento

O que discutimos acima é um primeiro passo para que vocês possam entender como funciona a relação entre corporações e startups. 

Existem outros elementos que devem ser levados em consideração nesta lógica. A média da rodada de investimento varia muito de indústria para indústria, por exemplo. O Series A de uma startup de Marketing provavelmente será muito inferior ao de uma startup de Biotech.

O perfil empreendedor tem um peso muito grande também. Empreendedores que já fizeram uma saída de sucesso conseguem investimentos maiores do que os empreendedores de primeira viagem. Por dois motivos:

  1. Risco vs Retorno: o empreendedor já é calejado e sabe como funciona o mundo de startups, tem conexões e maior habilidade para fazer com que a startup funcione bem e rápido. Logo, o risco do investimento é menor com este empreendedor e ele consegue atrair cheques maiores para o negócio.
  2. Oferta vs Demanda: se estamos falando de um empreendedor experiente (empreendedor serial), ele tem contato com muitos investidores de suas empreitadas anteriores, e esses investidores confiam nele. Além disso, ele consegue criar certa disputa para receber investimento em seu negócio, colocando a balança de oferta vs demanda por seu investimento gire a seu favor e o preço para participar da rodada aumente.

Siga o blog e acompanhe as próximas postagens. 

Se você quiser saber como acelerar a transformação digital de sua empresa com startups, entre em contato comigo pelo contact@innovationintelligence.ai. Eu e meu time teremos prazer em ajudar!